日々雑感

気になるニュースをピックアップ

2013年11月

これはヤバイということについて、ちょこっとずつ更新していきます。

【広瀬隆さんより】東京オリンピックに対するブラジル向けの警告文完成






 全国のみなさま  広瀬隆です。
 東京オリンピックに対する警告文は、すでにほとんどの主要国向けに翻訳が完成していました(→「日々雑感」サイト http://hibi- zakkan.net/に掲載されています)。ところが、サッカー王国ブラジル向けのポルトガル語が欠けていました。日本人が一番最初に知ったヨーロッパ の言葉が、 1543年に種子島へポルトガル人が来航した時のポルトガル語だというのに・・・
 元日仏学院長のブラジル人が、私の知らないあいだに、ポルトガル語に翻訳してくれたそうです。小生、ポルトガル語は苦手なので、図版は 入っていませんが、添付ファイルをサッカー王国ブラジル向けに広く伝えてください。サンバとボサノバのリズムに乗せて・・・

 この警告文の推奨者(責任者)は以下の通りです。猪瀬直樹、滝川クリステル、石原慎太郎、安倍晋三、寺島実郎、立花隆、浅井慎平、毛利 衛、草野仁(オルニチン)、アントニオ猪木、舛添要一、大前研一、野口悠紀雄、吉村作治、高橋英樹、姜尚中、ビートたけし、養老孟司、森 永卓郎、池上彰、櫻井よしこ、舞の海(世田谷自然食品)・・・



TRADUÇÃO

Carta a todos os jovens atletas que sonham ir a Tokio em 2020, a seus treinadores e às suas famílias: algumas coisas e alguns fatos que devemos saber.

Em 7 de setembro de 2013, durante a 125ª seção do Comitê Internacional Olímpico, o Primeiro Ministro do Japão Shinzo Abe declarou o seguinte: Algumas pessoas se preocupam com Fukushima. Eu posso assegurar-lhes que nós controlamos a situação. Fukushima nunca causou e jamais causará prejuízos a Tokyo.

No futuro, com certeza nos lembraremos desta declaração: uma das grandes mentiras dos tempos modernos. No Japão, diz-se: “A mentira total”. E, com base nela, o C.I.O. decidiu que os Jogos Olímpicos de 2020 ocorrerão em Tokyo. Os porta-vozes do governo japonês sustentam a declaração de Abe nos dizendo que as taxas de contaminação radioativa no Oceano Pacífico ainda não ultrapassaram as normas de segurança. Isso nos faz lembrar a história do velho homem que salta de um prédio de 10 andares e que, durante a queda, ouve as vozes de cada andar repetirem: “Até aqui, vai tudo bem”. “So far, so good”. Lembremo-nos de que, quando se fala do Oceano Pacífico, trata-se do maior oceano do mundo, ou seja, da maior reserva de água do planeta e, até onde se sabe, do universo. Há dois anos e meio que a TEPCO, a Companhia de Eletricidade de Tokyo continua a jogar água nos seus reatores, cujos núcleos centrais derreteram em Fukushima e no oceano, e – até agora – o Oceano Pacífico foi capaz de dissolver essa água mantendo-se dentro das normas de segurança. ATÉ AQUI, VAU TUDO BEM. Mas não há possibilidade – à vista – de estancar o vazamento das águas.

Oito coisas que precisamos saber muito bem:

1. Em um parque de zona residencial de Tokyo, distante 230 quilômetros de Fukushima, descobriu-se e constatou-se que a taxa de radiação do solo era de 92.335 becquerels por metro quadrado. Trata-se de uma taxa perigosa, comparável e correspondente ao nível de contaminação dos locais classificados como zona 4 no mapa que indica as superfícies contaminadas de césium 137, em 1986, no entorno da central de Chernobyl. Uma das razões pelas quais se encontrou na capital do Japão tal nível de poluição é que em Tokyo e em Fukushima não existem montanhas suficientemente altas que pudessem barrar as nuvens radioativas. Na capital, as pessoas que compreendem o perigo evitam, a qualquer preço, comer alimentos produzidos na parte leste do Japão.

2. No interior dos reatores 1 e 3 da central I de Fukushima (Fukushima Daiichi), os encanamentos para a circulação da água de resfriamento se romperam, o que causou o derretimento dos núcleos centrais dos reatores. Isso significa que o combustível nuclear se superaqueceu, derreteu e continua a derreter tudo o que entra em contato com ele. Assim, ele derreteu o fundo do recipiente do reator, em seguida passou através do piso de cimento do prédio e desapareceu no solo, na sua camada subterrânea. Como eu já disse, os operários de TEPCO não pararam de jogar desesperadamente água nos reatores, mas não se sabe se a água derramada chega, atualmente, até o combustível derretido. Se ocorrer um tremor de terra de média intensidade, é provável que ele destrua totalmente o prédio já seriamente avariado. E de fato, durante esses últimos dois anos e meio, os tremores de terra sucessivos não pararam de sacudir as instalações avariadas de Fukushima (outra informação que devo acrescentar: no exato momento em que esta carta é escrita, outro tremor de terra de média intensidade acaba de atingir Fukushima, mas parece que os imóveis ainda conseguiram aguentar o tranco, ao menos dessa vez). ATÉ AGORA, VAI TUDO BEM. Além disso, ainda há o reator 4 que é particularmente perigoso: na sua piscina de estocagem se depositou uma enorme quantidade de combustível nuclear: exatamente como se um outro grande desastre esperasse sua vez.

3. A água de resfriamento que estão jogando nos reatores constitui-se, atualmente, no maior problema, do ponto de vista da informação no Japão. Os jornais e as redes de televisão que, antes, faziam todo o possível para dissimular e calar o perigo do nuclear nos dão informações, a cada dia, sobre o perigo e cobram de Shinzo Abe pela mentira que ele disse ao C.I.O. A questão é que a água altamente irradiada penetra nas camadas subterrâneas e se mistura às águas: nenhuma possibilidade de estancar tal vazamento; essa água se espalha nas águas do oceano. Impossível controlar uma tal situação. Em agosto de 2013 (um mês antes do discurso de Abe no C.I.O.), mediu-se, no interior da central I de Fukushima, uma taxa de radiação atingindo 8500 microsieverts por hora: taxa tão alta que seria suficiente para matar uma pessoa que vivesse durante um mês no local. Isso o transforma num lugar terrível para os operários que lá trabalham e que tentam dar conta de suas tarefas. Na cidade de Okuma onde se situa a central, mediu-se em julho 2013 (dois meses antes do discurso de Abe no C.I.O.) uma taxa de 320 microsieverts por hora. Uma taxa como essa mataria uma pessoa que lá morasse durante dois anos e meio. Assim, em uma área que se estende por vários quilômetros, vê-se cada vez mais cidades totalmente mortas.

4. Um esquecimento que preserva o prestígio dos J.O. 2020 de Tokyo: omitiu-se um fato importante nas informações e relatórios emitidos e dirigidos ao estrangeiro. Somente foi mencionado o fato de que a água irradiada vaza na superfície do solo, em torno do reator. Mas o que ocorre é que, bem abaixo do solo, as águas subterrâneas também foram contaminadas e sabe-se que as águas subterrâneas fluem em direção ao mar e se misturam com a água do mar através de fontes do fundo do oceano. Nesse ponto, não se pode fazer mais nada: muito tarde.

5. Se uma pessoa vai ao grande mercado central de venda de peixes em Tokyo e mede as radiações do ar, o seu marcador indicará um valor próximo a 0,05 microsieverts; valor que ultrapassa bem pouco a norma. Mas, se a pessoa mede as radiações perto do lugar onde foi colocado o instrumento de medição das radiações dos peixes, terá uma taxa duas ou três vezes mais elevada (medidas constatadas em 2013). Os legumes e os peixes vindos dos arredores de Tokyo, mesmo quando contaminados, não são jogados fora. É que a taxa de radiação autorizada nos alimentos (taxa acima da qual a venda é proibida) que o governo japonês fixou, equivale à taxa de radiação segundo a qual as matérias fracamente radioativas são classificadas como dejetos de fraca radioatividade. O que quer dizer, simplesmente, que no Japão de hoje em dia, o país tendo sido inteiramente contaminado, não temos outra escolha a não ser colocar em nossas mesas produtos contaminados. A distribuição em todo o país de alimentos irradiados também ocasiona problemas. Os alimentos provenientes dos locais vizinhos a Fukushima são enviados para outras prefeituras e, na prefeitura onde eles chegam, coloca-se etiquetas como se fossem produtos dessa prefeitura. Além disso, os alimentos distribuídos pelas grandes empresas de alimentação e os alimentos servidos nos restaurantes caros e custosos, raramente são objeto de medições. É necessário ser particularmente atento a esse aspecto.

6. No Japão, o único dos elementos radioativos que vazam dos reatores da Central I de Fukushima que se mede é o césium radioativo. Mas somente grandes quantidades de strontium 90 e de tritium se espalharam e se espalham em todo o Japão. Os raios emitidos pelos strontium e o tritium são os raios beta: daí a grande dificuldade de medição. O strontium pode provocar leucemias e o tritium distúrbios cromossômicos.

7. Ainda mais perigoso: dizem eles que, para se livrar da poluição radioativa que caiu em uma grande superfície do leste do Japão, raspam a camada superior do solo e colocam-na em sacos plásticos que são depositados em locais ao ar livre, como lixo comum. Assim é que, no leste do Japão, pode-se ver, expostos ao ar livre, a mercê de todos os ventos, grandes contingentes de sacos de plástico... podendo ser atingidos pelas frequentes intempéries que, no Japão, são as fortes chuvas e os tufões. Pode ocorrer facilmente que o plástico estoure ou rasgue e, então, o conteúdo do saco se espalha aqui e lá. E, se isso acontece, não existe meio nem local para os confinar novamente.

8. Em 21 de setembro (novamente no mesmo momento em que essa carta é escrita), o jornal TOKYO SHINBUN dá a informação de que Naoki Inose, o governador de Tokyo, declarou, durante uma conferência de imprensa, que o que Abe tinha querido dizer ao C.I.O. era sua intenção de controlar a situação, de alcançar o controle. E o governador acrescentou: “A situação, não a controlamos, agora”.

Os Jogos Olímpicos para quê? Vocês querem vir a Tokyo, uma Tokyo com ar poluído, com água contaminada, e aí se dedicarem às alegrias do esporte? Vocês querem comer alimentos irradiados? Por causa do acidente dos reatores de Fukushima Daiichi, o Japão se encontra, hoje, em um estado anormal: nunca antes a humanidade experimentou uma tal anormalidade das coisas (Por favor, traduzam esta carta nas línguas de seus países e divulguem-na).

Meus melhores votos de longa vida: sigam bem e mantenham a forma.

Takashi Hirose

Takashi Hirose é o autor de

Fukushima Meltdown: The Word’s First

Earthquake – Tsunami – Nuclear Disaster (os centros dos reatores derreteram em Fukushima: o Primeiro Desastre Sismo-Nuclear, Tsunami-Nuclear do Mundo). Publicado no Japão em 2011. Traduzido para o inglês. Pode-se obter o livro em inglês por meio de Amazon, seja como Kindle ebook, seja por encomenda à CreateSpace.


ブラジル語警告文.doc
 

【広瀬隆さんより】こちらが本物のジャーナリズムだ・・・広瀬隆






ホテルの芝エビの偽装表示より、テレビニュースの偽装表示のほう
が、よほど深刻だ。
まともなジャーナリズムの添付ファイル(画像)をご覧ください。

※画像クリック拡大

安倍晋三2013年10月31日日刊ゲンダイ

東京オリンピック2013年10月07日発行  マッド アマノ







【広瀬隆さんより】山本太郎の胸中・・・






 見ていると、こんなことだろうと推察します。 広瀬隆
 山本太郎曰く──
 あれっ、今は西暦2013年なの? それとも、中世の魔女狩り時代なの? 日本のマスコミって、まだこんな暗黒時代にあるの? こんな ことをしていて、日本は文明国なのですか? 報道界は、やるべきことをしないで、恥ずかしくないのかな。
 
 私は、人の命は、誰もみな等しいと、母から教えられて育ちましたよ。陛下も人なら、私も人、その私が陛下に手紙を渡す。何か、間違って いるのですか?
 
 前例がないって? きわめて異例だって? コペルニクスが地動説を唱えた時だって、前例がなかったですよ。何ごとも、前例がないから、 新しい知識が生まれるのではないですか。
 
 被曝している子供たちを放置して、福島第一の現場では作業者が命を削って働いているのを見捨てているから、今の国政は間違っている、正 してくれ、という有権者によって、私は選ばれてこの国会にいるんですよ。勘違いしてはいけないが、これは、山本太郎個人の問題ではないで すよ。日本社会の問題なのです。今もって国会が間違っているんですよ。今もって、マスコミが、その問題を正していないから、子供たちが、 危機に置かれているのですよ。だから、私は国会では異端者ですよ。そう、ガリレオを断罪した異端審問所を見ているみたいですね。しかし社 会的には、正しいのは、圧倒的に私の側なのです。もし日本人の総意が、被曝している子供たちを放置しろ、と言っても、私はそれに反対しま すよ。魔女狩り時代ではない、とね。
 
 国会がどう言おうと、私は、今のような国会に楯突きますよ。
 
 私に辞任を迫る権利なんか、国会にあるはずがない。私のほうが、ほかの議員に辞任を求めたいぐらいです。私を参議院議員に選んだのは、 66万6684人の有権者なのです。日本国憲法にある通り、その主権者が、最も大事なのです。この人たちのほうが、国会議員の命より重い のです。


さすが広瀬さん。おっしゃる通りです!


 
記事検索
このブログは管理人が気になるニュースを好き勝手にピックアップしているものです。
また 広瀬隆さんからの情報を管理人責任のもと、発信しています。

また、このブログは管理人が個人的に運営しているもので、特定の政治団体や政党とは一切関係ありません。

当ブログの引用・転載ご自由に。リンクもご自由にどうぞ。

広瀬さんより、このブログについて

赤矢印.gif広瀬隆氏提供全情報
広瀬隆情報

デモ




スポンサードリンク
本の紹介
市販のポット型浄水器と放射性物質の除去について

三菱レイヨン・クリンスイ ポット型浄水器 クリンスイCP002 CP002-WT

三菱レイヨン・クリンスイ ポット型浄水器 クリンスイCP002 CP002-WT
三菱レイヨン・クリンスイ クリンスイポット型浄水器用 交換カートリッジ スーパーハイグレード(2個入) CPC5W-NW 三菱レイヨン・クリンスイ クリンスイポット型浄水器CP002+カートリッジお買い得セット CP002W-WT 三菱レイヨン・クリンスイ ポット型浄水器 クリンスイCP005 CP005-NW 三菱レイヨン・クリンスイ クリンスイポット型浄水器用 交換カートリッジ スーパーハイグレード(3個入) 3個組特別セット CPC5Z
by G-Tools


東レ トレビーノ PT303 ポット型浄水器 PT303

東レ トレビーノ PT303 ポット型浄水器 PT303
東レ トレビーノ ポット型浄水器 PTシリーズ交換用カートリッジ PTC.V2J 東レ トレビーノ ポット型浄水器1.1L PT302 東レ トレビーノ ポット型浄水器 PTシリーズ交換用カートリッジ PTC.VJ 東レ トレビーノ PTシリーズ交換用カートリッジ トリハロメタン除去タイプ 3コイリ PTC.F3J
by G-Tools




ハンディ版 食品の放射能汚染 完全対策マニュアル
水口 憲哉 明石 昇二郎
4796696857
最新コメント
Join me on Facebook Follow me on Twitter Subscribe to RSS
QRコード
QRコード
RSS
index20
管理人へのお問い合わせ
メールアイコン
バナー
日々雑感バナー小